Área Azul Digital de São Carlos começa a aceitar pagamento com cartões de débito e crédito

Os usuários da Área Azul Digital de São Carlos, administrada pela Estapar, passam a contar com mais uma facilidade na hora de deixar seus veículos nas vagas rotativas da cidade. As tarifas de estacionamento poderão ser pagas com cartões de débito e de crédito, com auxílio de agentes da concessionária, que circularão na Área Azul com as máquinas para efetuar as transações.

A oferta de mais essa opção de pagamento ao usuário da Área Azul Digital de São Carlos foi acordada entre a Prefeitura e a Estapar na renovação contratual do serviço.

Serão aceitos cartões das principais bandeiras do mercado como VISA, Mastercard (crédito), VISA Electron, Maestro e Elo (débito), entre outros. Além do contato direto com as agentes da concessionária, que estão sendo treinadas para a realização do novo modelo de cobrança, será possível efetuar os pagamentos na Central de Atendimento ao Usuário do município.

Para garantir a rotatividade eficaz na ocupação das vagas, democratizando o uso e facilitando a vida dos motoristas, a Estapar vem implantando diversos meios de pagamentos, como o PDV portátil e por smartphones, pelo aplicativo Vaga Inteligente, desenvolvido pela empresa. O app está disponível para sistemas iOS e Android. É o jeito mais fácil de utilizar a Área Azul. Para os usuários que preferirem optar pelo modelo tradicional, os parquímetros da cidade continuarão aceitando moeda para o pagamento.

SOBRE A ESTAPAR

A maior rede de estacionamentos da América Latina está presente em 75 cidades situadas em 17 Estados brasileiros, além do Distrito Federal. A Estapar administra ao todo mais de 400 mil vagas em aproximadamente 1.000 estacionamentos. São 7,5 mil funcionários diretos que realizam 15 milhões de atendimentos por mês.  Na área de estacionamento rotativo, incluindo a cidade de São Paulo, a Estapar administra 18 operações de Zona Azul Digital no País em quatro Estados (SP, MG, ES e SC), serviço que vem sendo implantado pela empresa desde a década de 90.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *