Casal de namorados está no litoral; Lucas fala com a mãe e diz que não tem desejo de voltar para casa

A princípio, o caso do casal de jovens que teriam desaparecido na noite de terça-feira, 9, ao dirigirem-se ao Shopping Center Iguatemi, em São Carlos, está elucidado. Ambos, de comum acordo, teriam combinado de deixar suas respectivas residências e viverem vidas independentes. Mas sem terem feito prévias comunicações aos seus pais.

A afirmação foi dada por Rejane Silva, mãe de Lucas Eduardo Nanni Silva, 23 anos. Via fone, ele teria entrado em contato nesta quinta-feira e garantiu estar em Ubatuba ao lado de Milene Carolina Padilha Paulozza, 22 anos, sua namorada.

Segundo ela, Lucas afirmou que “iria viver a vida dele e que era para eu viver a minha. Ele não quis revelar o endereço. Apenas a cidade”, disse.

Rejane mostrou preocupação durante a conversa e salientou que durante o bate papo com o filho via fone, Lucas teria dito que não gostaria de viver mais na casa dos pais. “Mas ele não deu nenhuma satisfação e ficamos preocupados. Fomos até as redes sociais para divulgar o desaparecimento. “Eu fiquei muito alterada neste período, pois eles (Lucas e Milene) namoram há dois anos, nunca foram proibidos de nada. Não sei porque fizeram isso”, disse Rejane.

MILENE

A redação do site de notícias São Carlos Agora manteve contato com os pais de Milene, Sueli Padilha e Paulo Sérgio Paulozza. Ambos demonstraram angústia com a atual situação.

“Para mim, minha filha ainda está desaparecida. Tomei ciência que o Lucas ligou para a mãe dele, mas eu não tenho nenhuma notícia dela”, disse Meire, ao se referir a Milene.

Mostrando-se tensa, Meire disse que nos últimos dez dias não sabe o que significa a palavra “paz”. “Estou profundamente transtornada. Não entendo o que aconteceu até agora, porque eles desapareceram. E se estão bem, porque não deram nenhuma notícia. Para mim, até hoje, minha filha está desaparecida. Ela não se comunicou, não deu nenhuma notícia, não apareceu”, resumiu Meire.

O delegado Gilberto de Aquino, que vinha investigando o desaparecimento, disse que foi informado pelos familiares sobre a localização do casal, que ambos foram orientados a procurar uma delegacia no litoral e registrar um boletim de ocorrência de encontro de pessoa.

(São Carlos Agora)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *