EDUCAÇÃO: Escola Municipal desenvolve projeto no mês de abril

O mês de abril foi marcado pelo Projeto Leitura na escola Julio 
Benedicto Mendes. Durante todo o mês os docentes abordaram a importância 
da leitura, debatendo sobre duas datas importantes, o Dia Nacional do 
Livro Infantil e o Dia do Índio.
Para o Diretor Alexandre Moraes Gaspar, as crianças e adolescentes 
passam a maior parte do tempo na escola, e ela tem função de estimular o 
desenvolvimento das aptidões, do senso crítico, da aprendizagem e da 
formação de cidadãos que sejam capazes de conviver em sociedade. “Dentro da proposta pedagógica adotada, acreditamos que através de projetos os alunos têm a oportunidade de aprender conceitos que possam levar por toda a vida, como conviver em harmonia, respeitar o próximo, aprender trabalhar em grupo, ser criativo, ter uma linguagem bem desenvolvida, constituir uma leitura de mundo de forma inteligente e que lhe abra novas perspectivas, ser perceptivo aos fatores críticos, dentre outros”.
Para contextualizar o que os docentes trabalharam em sala de aula, na 
última terça-feira (16), a turma do 4º Ano C da professora Vânia Maria 
Frésca de Souza fez uma emocionante apresentação sobre o Dia Nacional do 
Livro Infantil. Os alunos fizeram uma homenagem para Monteiro Lobato, 
escritor que dedicou-se à literatura infantil no Brasil. Já os alunos da 
professora Natalia Nascimento do 4º Ano A fizeram uma linda apresentação 
sobre o Dia do Índio, valorizando a cultura indígena.
Para Gaspar, fazer uma reverência para Monteiro Lobato é uma forma de 
incentivar a leitura, já que essa é uma geração voltada para o uso da 
tecnologia, e estão perdendo esse hábito. “O objetivo da comemoração do 
Dia Nacional do Livro Infantil foi incentivar ainda mais o hábito da 
leitura, já que infelizmente o avanço das tecnologias está fazendo as 
pessoas perderem esse gosto. A leitura é essencial para entrarmos em 
contato com novos assuntos e criarmos um bom senso crítico, por isso 
deve ser estimulada ainda na infância, para que o indivíduo aprenda 
desde pequeno que ler é algo importante e, acima de tudo, prazeroso. 
Sendo assim, investir na leitura é o primeiro grande passo para chegar 
ao sucesso”, ressaltou Gaspar.
Para a coordenadora Rosangela Cruz, a população indígena desenvolveu uma 
rica cultura formada por diversos costumes, línguas e saberes que ainda 
se mostram vivos no interior da sociedade brasileira. “Esta importante 
data serve para lembrar e reforçar a identidade do povo indígena 
brasileiro. A comemoração do Dia do Índio faz homenagem a uma ampla 
diversidade de povos que tiveram papel fundamental na formação cultural 
e étnica da população brasileira” comentou Rosangela.
E para finalizar o primeiro bimestre o Diretor fez uma explanação sobre 
o verdadeiro significado da Páscoa. “Sabemos que os ovos de chocolate 
são os queridinhos da Páscoa, mas não são os protagonistas. A essência 
da Páscoa é o amor, por isso conscientizamos os alunos sobre a 
importância de compartilhar o amor em atitudes práticas, ou seja, 
escrevendo uma cartinha encorajadora a alguém, ajudando os pais nos 
afazeres domésticos, auxiliando um vizinho ou doando um brinquedo ou um 
agasalho. Esses são apenas alguns exemplos do que podemos fazer para 
ajudar o próximo, afinal, amor é atitude! Ressaltamos para que nossos 
alunos não cobrem dos pais, tios ou avós um ovo de chocolate, mas sim um 
abraço, um diálogo e afeto. Dessa forma as pessoas serão mais gentis, 
educadas, companheiras e o mundo será melhor. Para finalizar, vale 
ressaltar que a E.M. Julio B. Mendes é muito mais do que um local para 
estudar, é uma escola que visa o desenvolvimento pleno do cidadão, 
preparando nossos alunos para a vida! Feliz Páscoa!”, concluiu Gaspar.
O prefeito José Luiz Parella (PSDB) parabenizou a escola pelo Projeto e 
destacou a importância da leitura “O livro é importantíssimo na nossa 
vida, ajuda no vocabulário, na formação, pode nos entreter e ao mesmo 
tempo favorece a reflexão sobre a realidade ou a fuga de uma dificuldade 
que enfrentamos em nosso cotidiano. Sendo assim, a escola tem um papel 
fundamental, estimulando a intimidade dos alunos com os livros, colhendo 
bons leitores, formando cidadãos críticos para lutarem por seus espaços 
na sociedade e no mercado de trabalho, sendo autônomos e realizando seus 
ofícios com eficiência. Parabéns para a direção, coordenação, 
professores e funcionários da escola Julio pelo Projeto”, comentou o 
chefe do Executivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *