Ibateense Jhonatas busca superar doença criando games para o Google Play

Um jovem de 29 anos, morador de Ibaté, tem uma história de superação. Jhonatas Paolozza é casado, tem dois filhos (um menino de 09 anos e uma menina de 01 ano e 08 meses), e durante toda sua vida sempre gostou de desenhar. “Nunca parei de desenhar e treinar”, contou.

Começou a trabalhar muito cedo no Supermercado Ruscito, onde se tornou açougueiro. Depois de mais ou menos uns 10 anos de profissão, teve um problema de saúde. “Meu corpo começou a desenvolver um tipo de alergia. Teve um início simples, mas após alguns anos, o caso foi ficando grave”, explicou.

Foi então que Jhonatas decidiu procurar ajuda médica e descobriu que tinha uma doença chamada “urticaria crônica espontânea”, uma reação por qualquer tipo de mudanças climáticas. “Tive que pedir demissão do meu trabalho, onde todos, vendo meu estado, se prontificaram a me ajudar. A situação piorou muito. Não conseguia sair no portão sem que tivesse crises alérgicas, muito fortes”, revelou.

O jovem lembra que em algumas vezes ele tinha choques anafiláticos, onde o seu coração já estava parando, simplesmente, pela mudança do clima. De família humilde, assim como a maioria dos brasileiros, Jhonatas precisava tomar um remédio de alto custo e não tinha condições de compra-lo. “Tive que entrar na Justiça para tentar um medicamento de altíssimo custo, como minha última esperança”, afirmou.

A doença também fez com que abandonasse a faculdade, pois já não conseguia mais. “Tinha conseguido o curso que queria, engenharia da computação, na Uniara pelo Fies”, disse.

As dificuldades começaram a aparecer. Durante três meses, sobreviveu apenas de doações de amigos, familiares e da igreja Avivamento Bíblico, que frequenta até hoje. “Em meio a tantos problemas, resolvi me empenhar em alguma coisa, senão acabaria muito pior. Como sempre gostei de desenhos, comecei a fazer cursos on-line, primeiro na área de 3D. Estudei os principais softwares 3dmax,maya e blender, depois parti para o 2D. Estudei ilustração digital, potoshop, ilustrator e outros”, revelou.

Foi nessa busca que Jhonatas obteve boas avaliações dos seus trabalhos. “Fui chamado para um trabalho grande como ilustrador e, há mais ou menos 01 ano, decidi montar meu primeiro joguinho para PC, que ficou entre os destaques do mês, nos principais grupos de estudo da área”, contou feliz.

O jovem não parou por ai. Ele conseguiu uma licença como desenvolvedor Google e passou a desenvolver seu primeiro game para Android. “Foram quase 04 meses de estudo, pesquisas e desenhos. Acabei optando por fazer um jogo no estilo de Galaga e Asteroids, porque sempre foram meus preferidos quando eu ainda era criança“, afirmou.

O game desenvolvido por Jhonatas inclui elementos da 1ª Guerra Mundial, aviões, dirigíveis, entre outros. Ele explica que a história segue a vida do Barão Vermelho, em busca de Justiça pela morte de seus amigos, os “Barões”, pelo terrível general Klaus, que dirige um grupo terrorista chamado “Schädel”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *