Secretarias Municipais de Ibaté montam Central de Atendimento aos Pacientes de Covid-19

As Secretarias Municipais da Prefeitura de Ibaté se uniram e montaram uma Central de Atendimento para pacientes que contraem a COVID-19, no município.

A ação intitulada de Protocolo de Ação de Acompanhamento de Munícipes Positivados ou em Isolamento Social Devido ao COVID-19, além de contar com total apoio do prefeito José Luiz Parella, entrelaça as Secretarias Municipais de Saúde; de Educação; de Governo; de Assuntos Jurídicos; da Fazenda; de Promoção e Bem Estar Social e de Esportes, tendo o objetivo de dar um melhor acompanhamento aos munícipes, durante o período de isolamento social, seja enquanto aguarda o resultado e, principalmente, quando recebe o resultado positivo.

A Central de Teleatendimento de Acolhimento de Informações do Covid-19 foi montada na sede da Secretaria Municipal de Esportes, cuja atual fase do Plano São Paulo proíbe a realização de atividades esportivas. “As primeiras informações colhidas passam por uma breve análise para ser encaminhada a cada pasta governamental, onde o secretário responsável informa a estratégia de ação, visando a melhor maneira de atendimento e comprometimento com o cidadão ibateense, suprindo a necessidade exposta, se possível”, explica o chefe de Divisão Municipal de Esportes e coordenador do projeto, Raul Seixas II.

As informações são enviadas diariamente via e-mail para o coordenador, através da Vigilância Epidemiológica. Com os dados em mãos, os profissionais entram em contato com os pacientes e iniciam o atendimento através de um bate-papo. “A gente procura saber quais os principais pontos que a família está necessitando naquele momento. Posteriormente, essas informações passam por análises de como será possível atender aquelas necessidades da família acolhida”, contou Raul.

A responsável pela Assistência Social do município, Adriana Adegas Martinelli, relata que o retorno das ligações acontece a cada 48 horas, porém, caso o atendido necessite de atendimento nesse intervalo de tempo, a equipe fica à disposição das 08h às 20h.

Ela lembra ainda que, caso seja necessário a entrega de qualquer suprimento na residência do paciente positivado e/ou em isolamento, o projeto conta com uma equipe preparada com luvas, touca, máscara facial e face shield, e avental, além de álcool em gel e líquido 70% para higienizar os materiais e veículos antes e depois de cada utilização dos mesmos.

Desde julho do ano passado, quando o projeto foi iniciado, já foram atendidos 3.830 munícipes, sendo 1.233 positivados até o mês de fevereiro. Durante esse período, as equipes enfrentaram momentos dolorosos como mortes de pacientes, fazendo o atendimento e acompanhamento psicológico dos familiares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *