Recém-nascido com coronavírus sugere contaminação no útero

Um bebê foi diagnosticado em Wuhan 30 horas após o nascimento; mãe era caso confirmado do novo coronavírus, informa relatório do hospital

Um bebê foi diagnosticado com o novo coronavírus 30 horas após o nascimento, na cidade de Wuhan, na China, segundo informações do jornal South China Morning Post publicadas na manhã desta quarta-feira (5). A mãe era um caso confirmado da infecção.

O hospital infantil da cidade informou que duas crianças foram diagnosticadas com o coronavírus.

O mais novo tem sinais vitais estáveis e sem febre ou tosse, mas tinha falta de ar, disseram os médicos. A radiografia de tórax mostrou sinais de infecção e houve algumas anomalias nas funções do fígado.

O caso sugere uma nova rota de transmissão do coronavírus. O médico sênior do departamento neonatal do hospital infantil de Wuhan, Zeng Lingkong afirmou que as mulheres grávidas devem ficar longe de pacientes infectados.

O hospital também divulgou detalhes de um segundo caso envolvendo um bebê que nasceu saudável em 13 de janeiro.


A babá do bebê foi diagnosticada mais tarde com o vírus e a mãe dias depois. O bebê começou a apresentar sintomas em 29 de janeiro.

O relatório informa, ainda, que uma área foi reservada para tratar as mulheres com suspeita de coronavírus.

No momento são 24.613 casos de coronavírus confirmados, sendo que 24.392 só na China. No total foram 494 óbitos, desses apenas dois fora do território chinês, um em Hong Kong e um nas Filipinas.

(R7)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *