Brasil vence Peru e levanta a taça da Copa América

Everton Cebolinha, Gabriel Jesus, que foi expulso no 2º tempo, e Richarlison puxaram gritos de ‘é campeão’ no Maracanã. Guerrero fez para adversários

Substituto de Neymar, que conviveu com a acusação de estupro e ainda uma lesão no tornozelo direito, Everton ganhou a vaga pelo lado esquerdo do campo. E terá trabalho para ser substituído. Foi inclusive dele o gol que abriu o placar e embalou ainda mais a torcida, carente de ídolos e de bom futebol. Com o título, o Brasil chega a nove conquistas da competição continental (1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004, 2007 e 2019).

ão bastasse o amplo favoritismo, a goleada por 5 a 0 na primeira fase ainda estava na memória, as coisas começaram ainda melhores para o time do técnico Tite, que pode ter feito seu último jogo à frente da equipe. Logo com 14 minutos, Daniel Alves descolou ótimo lançamento para Gabriel Jesus, que se livrou de Trauco e cruzou para Everton, na outra trave, sozinho, abrir o placar.

O Peru, no entanto, não era nem de longe aquele time que foi batido facilmente na primeira fase. Ricardo Gareca não só postou melhor a sua defesa, como também promoveu boas tramas ofensivas entre Carillo e Guerrero. Aos 40 minutos, Thiago Silva se atirou no chute de Cueva e tocou com o braço na bola. O árbitro Roberto Tobar Vargas, do Chile, foi consultar o VAR na beira do campo, mas a decisão foi mantida. Na bola, Guerrero só deslocou o goleiro Alisson. Foi o único gol sofrido pela equipe na competição.

Mas o Brasil foi coroado com quem efetivamente joga mais bola. Arthur saiu para o jogo de cabeça erguida, e encontrou Gabriel Jesus. O atacante, tão contestado exatamente no último Mundial, teve a calma que lhe é habitual para só tirar do goleiro Gallese e devolver a  vantagem no placar.

R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *