Brincadeira de mau gosto provoca boato e gera transtorno na Etec de Ibaté

Segundo informações de alunos da Etec, surgiu o boato de que uma aluna teria mantido conversas com um dos assassinos de Suzano, o boato foi crescendo, e os próprios jovens foram aumentando a história, causando uma tremenda confusão.

De acordo com um aluno que não quis ser identificado, a aluna teria comentado com os colegas, que o caso de Suzano teria acontecido pelo motivo dos garotos sofrerem Bullying na escola. A partir deste comentário surgiram os boatos, o caso ganhou força na internet e redes sociais.

De acordo com a aluna, o print da conversa do celular seria “Fake News”.

” Já que não somos especialistas em “Fake News” , elaboramos um B.O para a autoridade policial avaliar.” Comentou o Diretor da Etec Antonio de Godoy

Um amigo da garota, entrou em contato com a nossa Rádio e disse que o caso está afetando o psicológico da garota, que está com medo de ir para escola e excluiu todas as suas contas em redes sociais.

Comunicado da Etec de Ibaté

A Assessoria de Comunicação do Centro Paula Souza informa que a direção da Etec de Ibaté já tomou providência no sentido de garantir a segurança dos alunos. Ao mesmo tempo, busca pacificar com intervenções pedagógicas o clima na unidade afetado nos últimos dias pelo lamentável atentado à uma escola de Suzano, a exemplo do que tem ocorrido a outros ambientes escolares. Foi registrado o boletim de ocorrência e realizado contato com a assistência social para notificar o ocorrido. Paralelamente, a direção e a coordenação pedagógica da Etec realizaram reuniões com os pais da aluna e dos demais estudantes com o objetivo de esclarecer a situação de fazer boatos. As aulas seguem normalmente.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *