Confeiteira doa bolo para criança e mãe reclama: “dê algo que preste”

Cida Guilherme fez um bolo, 100 salgados e 50 doces para ajudar família. Na internet, mãe humilhou confeiteira e disse que esperava um bolo maior

Depois de fazer uma doação para uma festa infantil, a confeiteira Cida Guilherme foi humilhada pela mãe da criança nas redes sociais. A mulher, que havia feito o pedido alegando que não tinha condições de comprar um bolo, achou a doação ruim e usou a internet para expor suas críticas marcando a benfeitora na publicação.

A confeiteira conta que não conhecia a mulher antes de ver sua postagem com o pedido. Cida disse também que a mãe explicou que ela e o marido estavam desempregados e pediam um bolo para não deixar o aniversário da filha passar em branco, e que só pretendiam cantar parabéns com outras quatro pessoas. 

Cida entregou, além de um bolo decorado, 100 salgados e 50 doces para a mãe. No entanto, ao invés de agradecer, a mulher reclamou e disse que esperava um bolo maior e mais comida, já que havia convidado 50 pessoas para a reunião.

Ao verem a postagem, clientes, amigos e familiares de Cida saíram em defesa da confeiteira. A publicação chegou a mais de 7 mil compartilhamentos e 5 mil reações.

Depois da repercussão, a mulher que fez a publicação já excluiu sua rede social, mudou o número de telefone e não se desculpou. Porém, algumas semanas atrás uma parente dela entrou em contato com Cida para dizer que ela estava arrependida e pedia a doação de outro bolo.

Cida disse que doaria o bolo desde que a mãe levasse a criança na casa dela para que cantassem parabéns lá. A mulher não aceitou.

Rotina de ajuda

A confeiteira demorou para ver a publicação porque na época tinha sofrido três paradas cardíacas e ficou 15 dias em coma.

Cida conta que sempre fez doações e montou um projeto no qual dá aulas de culinária para as crianças da sua comunidade. Atualmente o projeto está parado pois o marido de Cida, quem comprava todos os mantimentos da aula, ficou desempregado.

(R7)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *