Criança de 9 anos morre atacada por cães na zona sul de São Paulo

Uma pessoa ficou ferida ao tentar salvar a criança que estaria correndo para pegar uma pipa e pulou em um terreno baldio no bairro do Jabaquara

Uma criança morreu após ter sido atacada por seis cachorros na Avenida Rodrigues Montemor, número 100, no Jabaquara, zona sul de São Paulo às 15h20 desta quarta-feira (25). Um homem também ficou ferido após tentar salvar a criança.

De acordo com a equipe da Polícia Militar que atendeu a ocorrência, Luis Fernando Teixeira Santana, de 9 anos, pulou o muro para tentar pegar uma pipa que caiu em um terreno baldio, próximo a uma feira livre.

No terreno baldio, viviam seis cachorros, quatro pitbulls, um rottweiler e um vira-lata, todos de grande porte, que eram usados para segurança do local. Ainda segundo a PM, um segurança passava no local duas vezes por semana dar água e comida para os cães.

No momento em que o menino entrou no terreno, foi atacado pelos cachorros.

Um homem, de prenome Edilson, de 20 anos, tentou salvar a vítima, mas também foi atacado pelos cães, recebeu mordidas nas pernas e não obteve sucesso.

Os policiais do 3º Batalhão da Polícia Militar foram acionados via Copom para a ocorrência e conseguiram entrar pelo portão principal do terreno.

No momento em que a equipe entrou, a vítima ainda estava sendo atacada pelos cães. A PM então atirou em direção aos cachorros, e acertou apenas um. Os outros cães se assustaram com o barulho dos disparos e correram em direção às baias, no fundo do terreno.

Logo em seguida, quatro viaturas do Corpo de Bombeiros e o Helicóptero Águia 14 do Grupamento Aéreo da Polícia Militar chegaram e começaram a fazer massagem cardíaca no garoto para tentar ressuscitá-lo.

Neste momento, os cachorros novamente vieram em direção às equipes para atacá-los e os policiais militares atiraram novamente. Ao total, três cães morreram, um ficou ferido e outros dois saíram ilesos.

A vítima de 9 anos levou mordidas pelo corpo inteiro, principalmente na cabeça, e morreu no local. Já o homem, de 20 anos, foi socorrido com ferimentos leves e em estado estável, ao PS Saboia pelo Corpo de Bombeiros. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, ele foi encaminhado para a sala de sutura, tomou vacina antitetânica e foi liberado em seguida.

De acordo com a PM, a Polícia Ambiental também prestou apoio à ocorrência para encaminhar os cachorros a Zoonoses.

Por meio de nota, a Diretoria de Divisão de Vigilância de Zoonoses (DVZ) informou que assim que tomou conhecimento da ocorrência com o menor, em terreno particular, mobilizou uma equipe composta pelo diretor da unidade, três agentes de zoonoses que cuidam de endemias e três veterinários para uma inspeção imediata ao local para resgatar os animais e que irá informar a atualização após a inspeção. A pasta ainda disse que o órgão fica responsável pelo atendimento à saúde dos cães e poderá autuar o proprietário por maus-tratos.

A Agência Record questionou à Prefeitura sobre o proprietário do terreno. O órgão se limitou a informar que o terreno é de propriedade privada.. (R7)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *