Fiscalização impede rave “Epidemia”; evento esperava reunir 1,5 mil pessoas em Ribeirão Preto, SP

Cerca de 500 pessoas já estavam no local para início da festa neste sábado (26), no Recreio das Acácias. Segundo a Guarda Civil, evento chamado de ‘Epidemia’ esperava receber 1,5 mil pessoas.

Agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e a Polícia Militar (PM) impediram a realização de uma festa rave na tarde deste sábado (26), no bairro Recreio das Acácias, zona Sul de Ribeirão Preto (SP). O evento, chamado de ‘Epidemia’, estava previsto para terminar no domingo (27).

A festa clandestina foi denunciada às autoridades de forma anônima. Com a chegada da fiscalização, cerca de 500 pessoas, a maioria jovens, foi dispersada. Cada um teria desembolsado R$ 40 para participar do evento com DJs e bebida à vontade.

Segundo Domingos Fortuna, superintendente da GCM, a informação é de que gente de diferentes regiões do Brasil havia comprado ingresso para participar da rave. Um público de até 1,5 mil pessoas era esperado no local.

Organizadores da rave Epidemia esperavam até 1,5 mil pessoas em Ribeirão Preto, SP — Foto: Luciano Tolentino/EPTV

“O que nós levantamos até o momento é que essa festa duraria, pelo menos, 24 horas. Deveria haver, pelo menos, 500 pessoas aqui, e a gente acredita que essa festa iria trazer mais pessoas a esse local. Eles estavam calculando, segundo as informações, entre mil e 1,5 mil pessoas.”

A Vigilância Sanitária também esteve no local e constatou que protocolos de segurança contra a Covid-19 não foram respeitados.

“Encontramos aqui centenas de jovens aglomerados, sem nenhum tipo de prevenção com relação a pandemia, sem máscara, sem álcool, um verdadeiro desrespeito a todas as normas, uma irresponsabilidade”, diz Fortuna.

Centenas deixam recinto de rave clandestina em Ribeirão Preto, SP, após ação da Fiscalização — Foto: GCM/Divulgação

Ribeirão Preto, assim como o restante do estado, está na fase vermelha do Plano São Paulo, a mais restrita, até domingo. A etapa não permite eventos de qualquer porte.

Com auxílio do cão Black, os agentes também apreenderam drogas no espaço.

Os responsáveis pelo evento foram identificados e o caso será encaminhado para o Ministério Público (MP). Eles devem responder civil e criminalmente.

Jovens deixam recinto de rave clandestina em Ribeirão Preto, SP, após ação da fiscalização — Foto: Luciano Tolentino/EPTV

(G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *