Governo adia atualização do Plano São Paulo para amanhã

O secretário de Desenvolvimento Regional de São Paulo, Marco Vinholi, afirmou que a atualização do Plano São Paulo, de reabertura econômica e flexibilização da quarentena durante a pandemia da covid-19, será feita amanhã. A previsão era que a reclassificação das regiões do estado fosse divulgada hoje.

Em entrevista ao Bom Dia São Paulo, da TV Globo, Vinholi explicou que os anúncios de hoje do governo paulista serão sobre a CoronaVac, vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. O instituto já confirmou que apresentará hoje os resultados de eficácia do imunizante.

A expectativa é que o governo de João Doria (PSDB) faça hoje o pedido para uso da vacina à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O Butantan pretende ingressar com dois pedidos: um emergencial (para vacinar grupos de risco) e outro para registro (que permite aplicação em massa, para toda a população).

“Hoje nós faremos 12h45 a coletiva sobre a CoronaVac, sobre registro, eficiência, questões da vacina. Vamos fazer amanhã a atualização do plano São Paulo”, afirmou Vinholi.

Segundo apuração do UOL, na nova atualização do plano grande parte das cidades deve regredir da fase amarela para a fase laranja do programa —incluindo a capital e outros municípios do interior paulista.

Regras da Fase Laranja do Plano São Paulo

Shoppings, comércio e galerias

Ocupação máxima de 20% da capacidade do local, horário reduzido e proibição de praças de alimentação

Comércio e serviços

Ocupação máxima de 20% da capacidade do local, horário reduzido e proibição de praças de alimentação

Consumo local em bares e restaurantes

Não permitido

Salões de beleza e barbearias

Não permitido

Academias de esportes e centros de ginástica

Não permitido

Eventos, convenções e atividades culturais

Não permitido

Atividades que geram aglomeração

Não permitido

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Além disso, integrantes do Centro de Contingência do Coronavírus devem apresentar ao governador uma proposta para endurecer as restrições da quarentena, na semana que vem.

Dados do governo apontam que o estado tem, atualmente, 62,5% dos leitos de UTI ocupados. Já os leitos de enfermaria estão com ocupação de 44,9%.

‘Fim da fila’ Em reunião virtual com todos os prefeitos paulistas ontem, Doria cobrou os 645 prefeitos que tomaram posse em 2021 para que ajam com responsabilidade em relação às recomendações das autoridades estaduais no combate à pandemia.

Na ocasião, Vinholi disse aos prefeitos que o governo vai priorizar “aqueles que seguem Plano São Paulo” nos atendimentos, e que aqueles gestores municipais que forem irresponsáveis com relação às recomendações do governo do estado irão para “o fim da fila”.

Questionado sobre a declaração, o secretário reforçou que o governo vai priorizar parcerias com as prefeituras que tenham gestores com responsabilidade em relação ao enfrentamento da doença:

De forma muito clara e taxativa: vamos priorizar as parcerias com as prefeituras que tenham gestores responsáveis, sérios, que tenham respeito à vida. É fundamental que todos tenham responsabilidade nesse momento.

Especialistas em Direito consultados pelo UOL alertaram para possível inconstitucionalidade da decisão.

As fases do Plano SP contra a covid-19

Vermelha

Alerta máximo

Fase de contaminação, com liberação apenas para serviços essenciais

Laranja

Controle

Fase de atenção, com eventuais liberações

Amarela

Flexibilização

Fase controlada, com maior liberação de atividades

Verde

Abertura parcial

Fase decrescente, com menores restrições

Azul

Normal controlado

Fase de controle da doença, liberação de todas as atividades com protocolos

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

(G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *