Mulher morre após fazer escova progressiva no interior de SP

Lidiane Ferreira dos Santos, de 31 anos, passou mal após fazer escova progressiva em um salão de beleza, em Ilha Solteira, interior de São Paulo

Lidiane Ferreira dos Santos, de 31 anos, morreu na segunda-feira 16 após desenvolver uma forte reação alérgica a produtos químicos usados em uma escova progressiva. O procedimento foi realizado em um salão de beleza em Ilha Solteira, cidade localizada no interior do estado de São Paulo.

De acordo com a família da vítima, Lidiane começou a se sentir mal logo após o procedimento. Os sintomas incluíam queimação pelo corpo, irritação da pele e falta de ar. Ela foi levada ao hospital e internada na Unidade de Terapia Semi-intensiva, em estado grave.

(VEJA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *