Quem é o homem responsável por site que deu dicas a atiradores de Suzano

Marcello Valle Silveira Mello criou e abasteceu a plataforma com informações criminosas, que ajudaram e estimularam os ataques

Os massacres das escolas de Realengo, em 2011, e de Suzano, na última quarta-feira, 13, têm mais um aspecto em comum: receberam dicas de um site destinado a extremistas. As informações são do Correio Braziliense.

O responsável pela página é Marcello Valle Silveira Mello, um brasiliense de 33 anos. Ele criou e abasteceu a plataforma com informações criminosas, que ajudaram e estimularam os ataques.

Antes, o homem ameaçou fazer uma chacina na Universidade de Brasília (UnB), onde estudou, mas foi preso pela Polícia Federal pouco antes de realizar o prometido ato terrorista.

Mello nasceu em em uma família de classe média alta brasiliense. Seu pai morreu quando ele ainda era um bebê. A mãe, servidora pública, trabalhou no Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), mas foi afastada do emprego por problemas psiquiátricos, deixando o filho para ser criado pela avó materna.

O criador do site morou 25 anos na capital. Em depoimento à polícia, declarou ter sofrido bullying na escola e disse que odiava mulheres, negros, LGBTs, nordestinos e políticos e militantes de esquerda.

Durante o período em que estudava na UnB, se tornou uma liderança entre os grupos racistas de extrema-direita na internet. Em 2009. Ele foi o primeiro condenado no Brasil por racismo no mundo digital.

Denunciado por colegas e docentes, deixou a universidade para cursar computação em uma faculdade particular, mas não largou o crime, mesmo condenado a um ano e dois meses de prisão. Marcello permaneceu em liberdade devido aos recursos dos seus advogados, que alegavam insanidade do rapaz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *