Perseguição- Procurado pela Justiça é morto ao trocar tiros com a PM

Tentativa de fuga, disparos contra policiais militares e colisão no Cidade Aracy durante a ação que ‘varou’ a madrugada.

Anderson Gustavo de Holanda, 43 anos, possuía passagens por roubo, suspeita de homicídio e cárcere privado.

O capitão Cardeal disse que o suspeito, vulgo “RT” estava em um Pálio Weekend cinza, com insufilm e luzes apagadas quando policiais militares tentaram a abordagem na Avenida Morumbi. Houve a fuga em direção a rodovia Professor Luís Augusto de Oliveira (SP-215).

Na entrada do Cidade Aracy, ele acelerou em direção a rua Atílio Pratavieira e depois a Avenida Vicente Laurito, onde o carro rodou e teve início o tiroteio.

Anderson estava com duas armas, desceu do carro e disparou contra os PMs que revidaram e solicitaram apoio.

Anderson retornou para o carro e ainda teve uma tentativa de rendição. Mas ele voltou para o Palio e o procurado pela Justiça tentou a fuga ao dar marcha à ré no carro e bateu em uma das viaturas que foi atingida com quatro tiros no para-brisas e um carro estacionado. A troca de tiros continuou e Anderson foi baleado com cinco tiros no tórax, na cabeça, em uma das mãos e na canela.

Uma Unidade de Suporte Avançado (USA) do Samu esteve no local, onde foi constatada a morte de Anderson. Autoridades policiais, bem como a perícia técnica estiveram no local.

FICHA EXTENSA

Consta que Anderson Gustavo de Holanda é um criminoso com vasta extensa ficha policial.

É acusado de ter participado a cinco assaltos em São Carlos, bem como a suspeita de ter cometido um homicídio no Cidade Aracy.

Vulgo “RT”, teria tido participação ainda, em um cárcere privado, quando um homem estaria preso no CDGU esperando a decisão de uma possível execução e foi resgatado por policiais militares.

O Pálio Weekend onde estava o procurado pode ter sido utilizado em ações criminosas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *