Unidades de Saúde de Ibaté estarão abertas para o Dia D da Vacinação contra Gripe

No próximo sábado (12), acontece a mobilização nacional da Vacinação contra a Gripe e as unidades de saúde de Ibaté estarão abertas das 8h às 17h com o intuito de imunizar as pessoas que não conseguem ir durante a semana.
Segundo o Departamento de Saúde, os Programas Saúde da Família (PSF’s) dos Jardins Icaraí, Mariana, Esfer e Popular, e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do Santa Terezinha e Cruzado. “Nossas unidades de saúde estarão abertas no sábado para atender as pessoas que estão no público-alvo e que não tem tempo para ir durante a semana se vacinar”, observou a assessora de Saúde, Elaine Sartoreli.
O objetivo do Ministério da Saúde, e também da Prefeitura de Ibaté, é vacinar 90% da população considerada de risco para complicações por gripe. A meta de vacinação deste ano aumentou devido aos índices alcançados nos últimos anos, que ultrapassaram 80%. O ano de 2016 foi o primeiro em que este índice ultrapassou 90% e atingiu 93,5% de cobertura vacinal. Quem tomou a vacina no ano passado e faz parte do público-alvo, precisa se imunizar novamente. É importante que todos já estejam imunizados antes da chegada do inverno, que é o período em que o vírus mais circula, por isso, quanto mais cedo à pessoa se vacinar, melhor e mais eficaz a prevenção contra a gripe.
A Campanha de Vacinação Contra a Gripe, ação promovida pelo Ministério da Saúde em todo o território nacional, seguirá até o dia 1º de junho e até esta data, as unidades de saúde continuarão aplicando a vacina durante a semana, das 8h às 16h.
Devem receber a dose gratuitamente pessoas com mais de 60 anos, profissionais da saúde, crianças entre seis meses e quatro anos e 11 meses, gestantes, mulheres que tenham dado à luz até 45 dias, pessoas com doenças crônicas, presos, funcionários de presídios, adolescentes que cumprem medidas socioeducativas, professores da rede pública e privada de ensino e índios.
A vacina é composta da combinação de três vírus e protege inclusive contra o H1N1, da Gripe A.
Apesar de haver um público-alvo definido, a população deve ficar atenta as etapas de vacinação. A ação visa imunizar 60 milhões de pessoas
De acordo com o Ministério da Saúde os grupos que serão imunizados são os que mais sofrem com as complicações do Influenza, como pneumonias bacterianas e agravamento de doenças crônicas.
Para tomar a vacina, deve-se levar a carteira de vacinação e RG. No caso de profissionais e doentes crônicos, é importante apresentar documentação que comprove essa condição.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *