Advogada é encontrada morta após 20 dias soterrada no Rio Grande do Sul

A casa da advogada foi atingida por um deslizamento causado pelas fortes chuvas na Serra Gaúcha no dia 1º de maio

A advogada Natália Cobalchini, de 27 anos, foi encontrada morta nesta segunda-feira (20) após 20 dias soterrada, na cidade de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul.

A casa da advogada foi atingida por um deslizamento causado pelas fortes chuvas na Serra Gaúcha no dia 1º de maio. Os pais de Natália, Artemio Cobalchini, de 72 anos, e Ivonete Cobalchini, de 62, também morreram. Os corpos dos dois foram encontrados dois dias após o ocorrido.

O falecimento de Natália foi confirmado pelo prefeito de Bento Gonçalves, Diogo Segabinazzi, nas redes sociais. “A gente vai poder devolver essa pessoa para sua família, para que consiga ter um enterro digno e dar essa tranquilidade para essa que a gente perdeu e para sua família, que há 20 dias também está numa agonia”, afirmou o político.

Natália Cobalchini trabalhava como advogada e era especialista em Direito Previdenciário. Além disso, ele estudava pós-graduação em Direito na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS).

A mulher será velada na Capela São José de Bento Gonçalves nesta terça-feira (21). Na sequência, será cremada no Memorial Crematório São José de Caxias do Sul. As informações são do Ric Mais.

Foto: Reprodução/ Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *