Idoso de 93 tem idade biológica de 30 anos e é estudado pela ciência

Impressionante! Um idoso de 93 anos, com idade biológica de um jovem de 30 anos, está sendo estudado por cientistas da Universidade de Limerick, na Irlanda. Eles descobriram que a aptidão física de Richard Morgan é de dar inveja a qualquer garotão.

Com essa idade, ele tem 80% de músculos e apenas 15% de gordura. O “motor aeróbico” dele é semelhante ao de uma pessoa de 30 ou 40 anos, com muita vitalidade.

Ele já conquistou quatro campeonatos mundiais de remo e chocou cientistas com seus grandes níveis de resistência e força. E detalhe: Morgan só começou a praticar exercícios físicos há 20 anos, quando já tinha 70.

Qual o segredo?

Morgan diz que seu segredo para a longevidade é simples: uma rotina de exercícios físicos e uma alimentação saudável.

Conhecido como o “atleta centenário”, ele rema cerca de 30 quilômetros por dia e também treina com pesos para melhorar sua força.

O irlandês ainda segue uma dieta rica em proteínas para manter seu metabolismo acelerado e construir os  músculos.

E olha isso: ele já remou o equivalente a 10 voltas ao redor do mundo.

Coração mais que saudável

Os pesquisadores registraram a atividade cardíaca, pulmonar e muscular de Morgan enquanto remava.

Durante os testes, Morgan atingiu um pico de 153 batimentos por minuto, ultrapassando a frequência cardíaca máxima esperada para sua idade.

Isso indica que o coração dele é extremamente forte e saudável, mesmo aos 93 anos.

“Muito prazer em fazer isso”

Morgan era fabricante de baterias e padeiro. Até os 70 anos ele nunca tinha praticado atividade física regularmente.

“Comecei do nada e de repente percebi que havia muito prazer em fazer isso”, disse Morgan ao Washington Post.

Hoje, ele virou estudo de caso como exemplo de envelhecimento saudável e em boa forma.

Efeito atividade física na velhice

Praticar apenas 20 minutos de atividade física por dia pode reduzir em cerca de um terço o risco de câncer, demência e doenças cardíacas, sendo mais eficaz do que alguns medicamentos.

Um estudo de 2004 mostrou que pessoas com 65 anos ou mais que se exercitavam tinham 28% menos risco de morrer por qualquer causa.

Atividade física moderada por 150 a 299 minutos por semana também diminui a mortalidade em 20 a 21%.

Morgan deixou o exemplo de que nunca é tarde demais para começar a cuidar da saúde e nos dedicarmos ao exercício físico!

Richard Morgan fazendo testes para o estudo. – Foto: reprodução/Arquivo pessoal
Uma rotina de exercícios físicos e uma alimentação saudável são os pilares da longevidade do “atleta centenário”. – Foto: reprodução/Arquivo pessoal

(Só Notícia Boa)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *