SÃO CARLOS-‘Seo’ João do Amendoim morre aos 97 anos

Vítima de pancreatite e falência múltipla dos órgãos, faleceu no início da noite deste domingo no Hospital Escola

Dono de uma simpatia ímpar e com o dom de agregar amigos, João Sonchini, ou simplesmente ‘seo’ João do Amendoim, morreu no início da noite deste domingo, 12, no Hospital Escola, em São Carlos. Ele foi vítima de uma pancreatite e falência múltipla dos órgãos. As informações são do São Carlos Agora.

Aos 97 anos, era casado com Luzia C. Sonchini, era pai de 4 filhos. Tinha 15 netos, 15 bisnetos e ainda 10 tataranetos.

Desde a fundação do estádio municipal Professor Luís Augusto de Oliveira, o Luisão, ‘seo’ João vendia os famosos amendoins torrados (com ou sem casca).

Personagem ícone do futebol amador e profissional, ele era presença garantida em jogos.

Simpático, amigo dos amigos e muito querido, ‘seo’ João envelheceu com o tempo. Mas sua imagem angelical ficou e nos últimos anos, deixou de frequentar as praças esportivas.

FALECIMENTO

Uma das netas do ‘seo’ João, Thatyane Antonelli Gallo, emocionada, relatou ao São Carlos Agora na noite deste domingo, 12, minutos após o passamento do avô, que ele sofria com problemas de saúde.

Devido a pandemia, chegou a contrair a Covid-19 e posteriormente, a dengue. Nos últimos vinte dias, esteve internado inicialmente no Hospital Escola, devido a uma pancreatite.

Porém, devido a complicações cardíacas e respiratórias, foi transferido para a Santa Casa e posteriormente retornou ao HE, onde faleceu. “Ele vivia a base de medicamentos”, lamentou a neta.

O velório do corpo do ‘seo’ João será às 12h30 às 16h30 no velório municipal. Em seguida, ocorre o sepultamento no Cemitério Nossa Senhora do Carmo.

A ÚLTIMA ENTREVISTA COM O SÃO CARLOS AGORA

Uma pessoa amada por todos os esportistas, ‘seo’ João do Amendoim foi manchete do SCA no dia 12 de fevereiro de 2016, quando a reportagem teve a felicidade de entrevista-lo na arquibancada coberta do Luisão.

Entre uma venda ou outra, com 91 anos de idade, ele sentava e com um sorriso angelical respondia a todas as perguntas.

Em um dia tão triste para a sociedade são-carlense, o São Carlos Agora presta, enlutado, a última (e eterna) homenagem ao ‘seo’ João do Amendoim…

A todos os familiares e amigos, os mais sinceros votos de sentimentos. Mas Deus e Jesus estão felizes, pois ganharam um companheiro para os jogos celestes…

‘Seo’ João: aos 91 anos, simplicidade, simpatia e muita lucidez

Aposentado completa mais um aniversário e em 2016 irá marcar 49 anos vendendo amendoins no estádio Luisão

Em uma bela manhã do dia 12 de fevereiro de 1925, na Fazenda Tijuca, em Itápolis, nascia de parto normal João Sonchini. Filho de Maria, veio ao mundo embaixo de um pé de café. Passados 91 anos, ‘seo’ João mostra muita lucidez, simplicidade, simpatia e vontade de viver.

Casado há 66 anos com a dona de casa Luzia C. Sonchini é pai de 4 filhos. Tem 15 netos, 15 bisnetos e ainda 10 tataranetos. Além de Itápolis, morou por alguns anos em Ibaté, mas desde 1967 reside em São Carlos.

Inicialmente na rua Bispo Cesar Dacorso Filho, na Bela Vista. Mas hoje, na rua Natalino Francisco, no Boa Vista. ‘Seo’ João é funcionário público aposentado há 23 anos.

Os leitores poderiam perguntar. Mas o porque esmiuçar a vida deste ilustre personagem? Simples! Em 2016 irá completar 49 anos que ele vende amendoins torrados e descascados no estádio municipal Professor Luís Augusto de Oliveira, o Luisão. Com sua cesta de palha, ele chega sempre uma hora antes do início de cada partida. Sendo jogo profissional ou amador.

Nesta sexta, 12, ‘seo’ João completa 91 anos. O tempo fez com que ele perdesse a jovialidade. Mas não a disposição. Simpático, por 20 minutos, sentou em uma cadeira da arquibancada coberta do estádio e contou sua história.

Quando o Luisão ainda estava em construção, ‘seo’ João então com 42 anos iniciava a venda. Consequentemente, começava arrebanhar suas centenas de fregueses ao longo das décadas.

“Naquela época era só futebol amador”, lembrou, já que o Luisão foi inaugurado oficialmente em 1969 com uma partida amadora quando o atacante Talim fez o primeiro gol (a direita da cabine de imprensa) no novo estádio.

De lá para cá ‘seo’ João lembra com rara lucidez: fez jogos oficiais do São Carlos Clube, do Estrela de Bela Vista, do Grêmio São-carlense e agora do São Carlos. “Vi eles (clubes) nascerem e morrerem”, disse.

“BICHO CARPINTEIRO”

O veterano vendedor de amendoins tem também senso de humor. Ele garante que, mesmo aos 91 anos, não consegue ficar parado. “Acho que eu tenho no corpo o ‘bicho carpinteiro’. Durante a semana limpo casas e carpo terrenos. Graças a Deus não me falta trabalho. Gostaria de descansar, pois o salário de aposentado, o ‘senhor’ já viu né. É pouco e vendo amendoins e faço bicos para ajudar na renda familiar. Esse dinheirinho me ajuda bastante. Por isso topo qualquer serviço”, diz, com rara felicidade e simplicidade.

JUSTA HOMENAGEM

No ano passado, ‘seo’ João foi alvo de uma justa homenagem feita pelo prefeito municipal Paulo Altomani que recepcionou o vendedor de amendoins em seu gabinete e ofertou uma placa de prata e um buquê de flores que ele guarda com carinho em sua casa. Emocionado, disse a reportagem do São Carlos Agora sua felicidade pela recordação. “São momentos que me deixam muito feliz e que nunca esquecerei”, finalizou.

Foto: Marcos Escrivani

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.