Vacina contra Dengue é incorporada ao SUS pelo Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde decidiu incorporar a vacina contra a dengue ao Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a ministra Nísia Trindade, o Brasil é o primeiro país do mundo a oferecer o imunizante gratuitamente no sistema público universal.

A Qdenga, como é conhecida a vacina, não será disponibilizada em larga escala inicialmente. O foco será em público e regiões prioritárias. Para ser incorporado, o imunizante passou por uma criteriosa análise na Comissão Nacional de Incorporações de Tecnologias no SUS (Conitec).

“A partir do parecer favorável da Conitec, seremos o primeiro país a dar o acesso público a essa vacina, como um imunizante do SUS”, disse Nísia.

Público prioritário

Até o início do ano, o Ministério vai fazer um estudo para definir os públicos alvos.

“Levando em consideração a limitação da empresa Takeda do número de vacinas disponíveis. Faremos priorizações”, disse a ministra.

A estratégia para utilização do quantitativo de vacinas será definida pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) e pela Câmara Técnica de Assessoramento em Imunizações (CTAI).

Além do público alvo prioritário, também serão imunizados primeiros moradores de regiões com maior incidência da doença.

5 milhões de doses

Segundo o Takeda, a previsão é de entregar 5,082 milhões de doses em 2024. A entrega deve ocorrer entre fevereiro e novembro.

O esquema vacinal da Qdenga é composto por duas doses e tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A vacina é indicada para prevenção de dengue causada por qualquer sorotipo do vírus para pessoas de 4 a 60 anos.

Controle no país

Para o vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Renato Kfouri, a vacina é muito importante para o país.

“A dengue é uma doença que impacta praticamente todo o território nacional e o controle do vetor vem sendo insuficiente para reduzir as taxas de infecção”, disse.

E a vacina será importante no controle da doença no Brasil.

“A vacina, sem dúvida, junto com outras medidas, será um importante instrumento para controle dessa doença”, concluiu.

As primeiras doses da vacina contra dengue devem chegar entre fevereiro e novembro de 2024. Foto: Reprodução/iStock.

(Só Notícia Boa/ Agencia Brasil)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *