TRISTEZA EM IBATÉ: MORADORES PERDEM AÇÃO PARA ALL E TERÃO QUE DEMOLIR SUAS CASAS.

Os moradores da Rua Fraige, no São Benedito, terão que demolir suas casas. É o que determinou o Juiz Federal de São Carlos, Jacimon Santos da Silva.

Os moradores já foram intimados pelo oficial de justiça com a ordem de reintegração de posse e eles têm até o dia 12 de agosto para entregar parte de suas residências ou em alguns casos, a residência inteira para a empresa ALL, que foi comprada recentemente pela empresa Rumo Logística.

Se os moradores não cumprirem a decisão do Juiz Federal, eles terão que pagar uma multa de mil reais por dia.

A América Latina Logística (ALL) entrou com a ação na justiça, alegando que as casas ficam muito próximas à linha do trem, invadindo o limite estabelecido pela legislação de 1979, onde ocorreu uma alteração na Lei que prevê o aumento de 8 para 15 metros a distância entre as casas e os trilhos.

O problema é que o local não foi invadido. Os moradores compraram os terrenos e todos estão registrados no cartório de imóveis. Tudo legalizado, antes da alteração da Lei que beneficia a empresa de trens.

O funcionário público Zigomar de Souza tem todos os documentos que comprovam que o imóvel já existia antes da lei e mesmo assim vai ser obrigado a derrubar mais da metade da casa.

Durvalino Messiano não concorda com a decisão, mas acabou demolindo parte de sua casa e ainda gastou R$ 6.000,00 com pedreiro e materiais.

 A aposentada Victória Rodrigues é a mais prejudicada, já que ela pode perder três casas. Ela mora em uma das residências e aluga as outras duas para complementar a renda.

 O advogado que defende os moradores, já entrou com um recurso impedindo que as casas sejam demolidas. Um pedido de indenização para os moradores também foi feito, mas não houve resposta da ALL.

Milagre:

Agora, resta a justiça acatar o recurso dos moradores, para que não tenham que ficar sem suas casas.

Os moradores ainda aguardam um valor de indenização por parte da ALL, para que possam ter condições de morar em outro lugar

Rota das Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *